Aberto novo processo de comercialização de terrenos do Sapiens Parque

No último dia 16/2 a Sapiens Parque S.A. publicou em seu portal de licitações os chamados para concorrência de cinco terrenos para comercialização imediata para uso potencial de 2 pavimentos+ 50% do ático para empreendimentos comerciais, empresariais, hoteleiros, de serviços ou tecnologia. A entrega e abertura das propostas serão realizadas no dia 22/3 na sede do Sapiens Parque.

Pessoas física e/ou jurídica, grupos e consórcios podem participar. Deve-se apresentar a proposta na Concorrência Pública da unidade de interesse, sendo a maior proposta a vencedora para cada uma das unidades. O pagamento poderá ser realizado à vista ou em 3 parcelas – a escritura pública é transferida ao final dos pagamentos.


CONCORRÊNCIA PÚBLICA 001/2016

Área de Uso Privativo : 9.331,55 m²
Potencial Construtivo: 6.795,92 m²
Valor mínimo: R$ 6.423.000,00

CONCORRÊNCIA PÚBLICA 002/2016

Área de Uso Privativo: 2.358,07 m²
Potencial Construtivo: 2.395,29 m²
Valor mínimo: R$ 2.263.000,00

CONCORRÊNCIA PÚBLICA 003/2016

Área de Uso Privativo : 2.117,88 m²
Potencial Construtivo: 2.117,88 m²
Valor mínimo: R$ 2.263.000,00

CONCORRÊNCIA PÚBLICA 004/2016

Área de Uso Privativo : 1.920,89 m²
Potencial Construtivo: 1.960,93 m²
Valor mínimo: R$ 1.926.000,00

CONCORRÊNCIA PÚBLICA 005/2016

Área de Uso Privativo : 1.986,52 m²
Potencial Construtivo: 2.059,56 m²
Valor mínimo: R$ 955.000,00

Os editais podem ser acessados no portal de licitações: www.sapiensparque.com.br/licitacoes

Biblioteca Sesi no Sapiens Parque: um espaço do conhecimento aberto à comunidade

Inaugurado há pouco mais de quatro anos, local contém acervo especial com mais de dois títulos impressos para todas as idades.

 

As mais de 100 mil pessoas que moram nos bairros da região norte de Florianópolis possuem um local equipado para manter-se informadas. Logo na entrada no complexo tecnológico em construção entre as praias de Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus, existe um espaço do conhecimento aberto à comunidade regional. Inaugurada há quatro anos no Sapiens Parque, a Biblioteca Sesi conta com amplo acervo de livros impressos, digitais, títulos em DVD e CD, dezenas de gibis e exemplares de revistas nacionais e jornais periódicos. Além disso, o local, que funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, conta com internet pública e gratuita.

Resultado de um convênio de cooperação entre SESI e Sapiens Parque, a Biblioteca Comunitária Sesi Indústria do Conhecimento oportuniza aos seus usuários o acesso à informação.  Mais do que um ponto de referência do saber, o centro multimídia é palco de cursos, de atividades culturais e de incentivo a leitura. Com infraestrutura climatizada, a Biblioteca possui cerca de 100m² e compreende cinco áreas distintas: área para pesquisa on-line, com nove computadores, cadeiras e mesas individuais; gibiteca, com puffs e estantes; área de pesquisa e leitura com cinco mesas e estantes; recepção/guarda-volumes e controle de acervo; sanitários (masculino e feminino/portadores de necessidades especiais).

Rota da Inovação consolidará projeto do Sapiens Parque como polo de investimentos em tecnologia

Diretores e conselheiros do Sapiens Parque estão entusiasmados com o projeto “Rota da Inovação”, lançado pela Prefeitura de Florianópolis nesta quinta-feira (21/3). Segundo José Eduardo Fiates, diretor-executivo do Sapiens Parque, a iniciativa – que tem como objetivo criar um roteiro tecnológico, econômico e turístico, ligando o aeroporto internacional Hercílio Luz, no Sul da Ilha, ao Parque, no Norte – ajudará na consolidação no local como polo de investimentos em tecnologia. “A ‘Rota da Inovação’ terá um efeito estruturante, articulador e simbólico no desenvolvimento de ações inovadoras em Florianópolis e o Sapiens Parque certamente será beneficiado com o sucesso desse projeto”, acredita.

O mesmo otimismo é compartilhado pelo secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável do estado, Paulo Bornhausen, que recentemente assumiu o cargo de presidente do Conselho do Sapiens Parque. “O turismo de tecnologia é o que vai fazer com que Florianópolis tenha um lugar de destaque neste mercado”, avalia. De acordo com Bornhausen, negociações para atrair o investimento de uma multinacional, que já estão em fase avançada, concretizarão a internacionalização do Parque.

Atrair novos negócios na área de tecnologia é justamente o objetivo da “Rota da Inovação”, proposta que pretende criar uma identidade para o eixo de desenvolvimento de Florianópolis, ressaltando a referência da cidade como ambiente sustentável e inovador. Segundo Fiates, o projeto municipal será uma espécie de El Camino Real, a grande avenida em torno da qual se desenvolveu o Silicon Valley, o principal polo tecnológico do mundo.

Sobre o “Rota da Inovação” – A realização é da Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Fundação Certi, Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e Sapiens Parque. A execução será do Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (Logo) da UFSC.

Sobre o Sapiens Parque – é um parque de inovação concebido para promover o desenvolvimento de segmentos econômicos que já são vocações de Florianópolis, como o turismo, a tecnologia, o meio ambiente e serviços especializados. Com o apoio do Governo do Estado, o Sapiens está inserido em uma estratégia de desenvolvimento tecnológico regional que envolve outros projetos, como a incubadora Celta, o ParqTec Alfa, o laboratório-escola LABelectron e outras iniciativas do sistema local de inovação.

 

rota

Sapiens Parque comemora lançamento da Softplan

O Sapiens Parque recebeu hoje (10) um importante reforço para promover o desenvolvimento de segmentos econômicos que são vocação em Florianópolis. Com a presença do governador Raimundo Colombo, foi lançada a pedra fundamental da futura sede da Softplan/Poligraph, uma das maiores empresas de softwares de gestão do Brasil. O ato consolidou os bons números do Sapiens, que alcançou a captação de R$ 100 milhões em investimentos. “Com esse empreendimento, o Sapiens está consolidado. Seremos certamente o Vale do Silício da América do Sul”, afirmou o diretor-presidente do Sapiens, Saulo Vieira.

Enaltecendo o espírito empreendedor dos catarinenses, o governador Raimundo Colombo reafirmou seu apoio absoluto ao setor de inovação e tecnologia. “Estamos aqui diante das pessoas que protagonizaram esse processo, oferecendo mão de obra diferenciada. Sempre digo que Santa Catarina reúne o espírito empreendedor de São Paulo e as belezas do Rio de Janeiro”, comemorou o governador.

Cerca de R$ 38 milhões serão investidos pela Softplan/Poligrapf no empreendimento, uma moderna instalação com 28 mil m2 de área total com capacidade para abrigar 1.200 colaboradores. Em obras há 60 dias, o edifício terá à disposição todas as tecnologias e facilidade para se consolidar como referência em edificação sustentável e atividades de desenvolvimento tecnológico e inovação.

Para um dos diretores da Softplan/Poligraph, Moacir Marafon, o empreendimento consolidará a ampliação e os objetivos de expansão da empresa no mercado de desenvolvimento de softwares de gestão. “A decisão de investir na nova sede atende a perspectiva de crescimento da empresa baseado no nosso histórico recente – nos últimos cinco anos, quadruplicamos o número de funcionários”, explicou Marafon, destacando que a empresa tem mais de 1.500 clientes e mais de 1.200 colaboradores. “Faturamos menos de 15% em Santa Catarina, o restante vem de fora. O Sapiens vai mudar a matriz econômica da Ilha”, observou o empresário.

Na ocasião, também foram assinados contratos para a implantação de novas edificações com as empresas Reason Tecnolgogia, Sustentar Engenharia e Neoway Soluções Tecnológicas. No ano passado, esses empreendimentos, envolvendo empresas de Florianópolis, foram licitados pelo parque. Com isso, a contar pelos negócios já fechados, os investimentos superaram a marca de R$ 100 milhões e deverão abrigar juntos aproximadamente três mil profissionais. Também foi anunciado o processo de consulta pública para realização de investimentos privados para as próximas etapas de implantação do parque.

Sobre o Sapiens Parque
Em uma área de 435 hectares, no norte da Ilha de Santa Catarina, o Sapiens Parque é um parque de inovação concebido para ser referência em inovação, pesquisa, tecnologia e sustentabilidade. O empreendimento deverá alavancar investimentos na ordem de R$ 2,43 bilhão, incluindo terreno, infraestrutura e prédios, gerando cerca de 27 mil empregos diretos e 33 mil indiretos ao longo dos próximos 10 anos.

Sobre a Softplan/Poligraph
A Softplan/Poligraph é uma das maiores empresas do Brasil com foco no desenvolvimento de softwares de gestão. Desde 1990, a empresa atua de modo a tornar a gestão pública e privada no país mais transparente, eficiente e ágil com o uso de tecnologias modernas e inovadoras. Suas soluções já estão presentes em todos os estados brasileiros, em países da América Latina e nos Estados Unidos.

Sapiens Parque celebra atração de mais de R$100 milhões em investimentos privados

Para marcar conquistas, governador Colombo inaugura Pedra Fundamental da futura sede da Softplan/Poligraph nesta quinta-feira (10)

Concebido para promover o desenvolvimento de segmentos econômicos que já são vocações de Florianópolis, o Sapiens Parque alcançou a marca de R$ 100 milhões em investimentos privados. Para celebrar esse número, o governador Raimundo Colombo participa nesta quinta-feira (10), às 15h30, do lançamento da Pedra Fundamental da futura sede da Softplan/Poligraph, uma das maiores empresas de softwares de gestão do Brasil.

A empresa está investindo cerca de R$ 38 milhões na construção de uma moderna instalação com 28 mil m2 de área total com capacidade para abrigar 1.200 colaboradores. O edifício, em obras há 60 dias, contará com todas as tecnologias e facilidade para se consolidar como referência em edificação sustentável e atividades de desenvolvimento tecnológico e inovação.
A nova sede da Softplan constitui o primeiro empreendimento realizado em parceria entre o Sapiens e a setor privado. Pelo modelo adotado, a direção do parque de inovação realiza editais públicos para seleção de empreendedores interessados em investir na implantação de edificações nos terrenos disponíveis no local sem a necessidade de um desembolso inicial por parte dos empresários. Ao final da obra a empresa pode adquirir a parte do Sapiens na edificação em parcelas pré-definidas no edital.
Ao longo de 2012, outros três empreendimentos, envolvendo empresas de Florianópolis, foram licitados pelo Sapiens. Mais de 35 mil m2 em edificações serão construídos pela Reason, Neoway e Sustentar Engenharia. Com isso, a contar pelos negócios já fechados, o Sapiens Parque já superou a marca de R$ 100 milhões de investimentos privados que deverão abrigar aproximadamente 3.000 profissionais.
Somados aos projetos de centros de pesquisa e desenvolvimento em parceria com universidades, com destaque para a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e outros empreendimentos com instituições parceiras, o Parque já contabiliza mais de 140 mil m2 em edificações em fases de planejamento, construção ou operação. Em paralelo, com apoio do Governo de Santa Catarina, a infraestrutura viária, de energia, iluminação e saneamento já está em implantação, consolidando as condições essenciais para implantação e funcionamento dos negócios. Toda essa evolução fez com que o Sapiens lançasse um processo de consulta pública e interação com o mercado para atrair investimentos de R$ 45 milhões para as novas fases do parque envolvendo uma área de até de 150 mil m2 em novas construções.

Sobre a Softplan/Poligraph
A Softplan/Poligraph é uma das maiores empresas do Brasil com foco no desenvolvimento de softwares de gestão. Desde 1990, a empresa atua de modo a tornar a gestão pública e privada no país mais transparente, eficiente e ágil com o uso de tecnologias modernas e inovadoras. Suas soluções já estão presentes em todos os estados brasileiros, em países da América Latina e nos Estados Unidos.
Sobre o Sapiens Parque
Em uma área de 435 hectares, no norte da Ilha de Santa Catarina, o Sapiens Parque é um parque de inovação concebido para ser referência em inovação, pesquisa, tecnologia e sustentabilidade. O empreendimento deverá alavancar investimentos na ordem de R$ 2,43 bilhão, incluindo terreno, infraestrutura e prédios, gerando cerca de 27 mil empregos diretos e 33 mil indiretos ao longo dos próximos 10 anos.
SERVIÇO
LOCAL
Sapiens Parque: Avenida Luiz Boiteux Piazza, 1302 – Cachoeira do Bom Jesus, Florianópolis/SC.
DATA E HORA
Quinta-feira,10/1, às 15h30

Floripa Interativa: projetando o futuro entra em operação

Florianópolis conta, a partir desta semana, com uma ferramenta inovadora para o debate e a visualização do futuro da cidade. Foi lançado no dia 06 de junho, no Sapiens Parque, o programa Floripa Interativa: projetando o futuro.

Iniciativa da Prefeitura de Florianópolis, o programa tem o objetivo de ampliar a participação da sociedade no planejamento da cidade por meio da tecnologia e da inovação. O lançamento contou com a presença do Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp.

Entre os instrumentos do programa está um Centro de Visualização, que conta com um telão de nove metros de comprimento e quatro metros de altura, com informações multimídia sobre projetos atuais e futuros de Florianópolis. Nesse telão serão apresentados projetos de obras e empreendimentos, permitindo à população conhecer, debater e opinar sobre as propostas. O sistema, localizado no centro de incubação InovaLab do Sapiens Parque, também mostra propostas em tecnologia 3D, como a da revitalização do Largo do Mercado Público, de um parque no aterro da Via Expressa Sul e de um túnel no Morro da Cruz.

Por meio do Floripa Interativa, o visitante pode passear por esses lugares e, assim, conhecer e visualizar como seria a cidade com esses novos empreendimentos. Para o Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, o programa Floripa Interativa: projetando o futuro faz jus ao título de Florianópolis como Capital da Inovação. “Florianópolis merece o título de Capital da Inovação, pois mostra, por projetos como o lançado hoje, que a cidade e seus agentes inovadores, entre eles a Prefeitura, desenvolvem aqui um novo tipo de atividade, transformando a sociedade por meio do conhecimento”, avaliou.

“O programa aplica o conhecimento tecnológico para a criação de ferramentas de apoio ao estudo dos desafios que nos dias de hoje são impostos a uma cidade e seus gestores e mostra a constante preocupação da administração com a elaboração de planos e delineamento do futuro”, enfatizou o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável da Prefeitura de Florianópolis, Carlos Roberto De Rolt.

Projetos para a cidade – Sobre os projetos de captação de recursos encaminhados pela Prefeitura de Florianópolis ao Ministério em 2011, o Ministro Raupp afirmou que irá atuar para a viabilização dos investimentos. “Com essa visita a Florianópolis tivemos a oportunidade de verificar em loco e atestar a capacidade da cidade em usar a tecnologia e a inovação para o planejamento e a inclusão social. Diante disso, temos uma garantia que os recursos aqui aplicados terão grandes resultados, por isso o Ministério será parceiro de Florianópolis e iremos buscar recursos para financiar os projetos encaminhados pelo município”, disse o Ministro.

No valor de R$ 6,9 milhões, o projeto de Cidade Digital propõe a implantação de uma infraestrutura de rede digital para atender todo o município, interligando as unidades da Prefeitura de Florianópolis e oferecendo internet sem fio com acesso gratuito para a população. Já o projeto dos telecentros tem por objetivo a implantação e modernização, nas comunidades de Florianópolis, de centros que promovam a inclusão empreendedora, por meio do fornecimento de infraestrutura física, pessoal e tecnológica. O valor solicitado para o projeto é de R$ 748 mil.

Conheça o site do projeto: www.floripainterativa.org.br